Abrir Menu

Microsoft Azure e dados com HDInsight

Por Ana Beatriz Ferreira

Em algumas empresas, como prestadoras de serviços de longos contratos e companhias do setor de Construção, é grande a necessidade de armazenar dados de um grande período de tempo, frequentemente além dos cinco anos estipulados comumente entre o mercado de trabalho, nos quais se guardam notas fiscais, recibos, contratos e demais questões burocráticas. Em tempos de migrações digitais, um HD expandido pode representar uma alternativa eficaz para estes ambientes. Beneficiar-se das qualidades trazidas pela nuvem e do potencial do Big Data, entretanto, é ainda melhor, o que leva à plataforma Microsoft Azure.

Projetada para cloud computing e habilitada para soluções híbridas, Microsoft Azure agrega PaaS (Plataforma como um Serviço) e IaaS (Infraestrutura como um Serviço) com diversas opções de armazenamento, análise, segurança e desenvolvimento de aplicativos. HDInsight, por exemplo, é um serviço baseado em Apache Hadoop que se expande de terabytes para perabytes sob a demanda do usuário e dispensa, ainda, a compra ou a manutenção de um hardware.

Com soluções baseadas em SQL Server, é possível processar dados – estruturados, semiestruturados ou mesmo não estruturados – de fatores tais quais acessos da web, dispositivos, logs de servidores e insights vindos das redes sociais. Em se tratando de tecnologia, há uma inicialização rápida de clusters e a possibilidade de integração com Microsoft Excel, ferramenta já familiar em meios empresariais. Nela, passa a haver a opção de visualizar dados Hadoop e uma adequação ao esquema de gráficos e planilhas.

De múltiplas linguagens, com extensões adequadas para trabalhar em Java, C# e NET, Azure, por meio de HDInsight, realiza implantações tanto em sistemas operacionais Windows quanto Linux, o que permite aos usuários um amplo leque de escolhas e o desenvolvimento na visualização e na análise de dados.

Para conhecer mais, acesse: http://azure.microsoft.com/pt-br/services/hdinsight/