Abrir Menu

5 dicas para manter a confiança de seus clientes

Por Ana Beatriz Ferreira

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre – FGV) divulgou dados ontem (26/01) que indicaram queda de 6,7%, em janeiro, do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) em relação ao mês de dezembro de 2014. Ou seja, recuou de 96,2 para 89,8 pontos, seu menor registro desde 2005.

Motivados pela insegurança econômica e pelo pessimismo em relação a medidas tomadas recentemente pelo governo federal, como aumento de impostos tais quais tributações sobre gasolina, diesel e IOF sobre crédito, outros fatores, como Índice de Situação Atual (ISE) e Índice de Expectativas (IE) também apresentaram reduções. Respectivamente de 8,6% e 6,2%.

Para os empresários de diversos setores, deste modo, surgem desafios para o fechamento de novos negócios, com consumidores recém-chegados à agenda de contatos da companhia, os leads qualificados, além da preocupação recorrente de manter fidelizados os clientes que já adquiriram serviços e podem vir a fazê-los novamente em breve.

Com tais dificuldades em mente, a Futurum deixa abaixo algumas dicas simples, em níveis operacionais, que, independentemente do agravamento da situação econômica brasileira, podem fazer com que sua empresa consiga manter a confiança dos clientes e as garantias mínimas necessárias para a efetuação de boas vendas.

  1. Mantenha contato e informe seus clientes sobre novidades na empresa
    Ainda que não ocorra em todas as situações, há grandes chances de que clientes que realizaram negócios com a sua empresa, e se mostraram satisfeitos com os resultados, queiram recorrer outra vez a seus serviços. Assim, o canal de contato entre a equipe profissional e aqueles deve estar aberto e fluir da melhor maneira possível. Em meios práticos, a dica inclui o envio de e-mail marketing e de atualizações esporádicas sobre o andamento das atividades da empresa. Dependendo do setor e do tipo de atividade oferecida, é interessante destacar novos produtos e serviços que tenham alguma ligação com contratos fechados anteriormente.
  2. Obtenha feedback
    Numa ordem cronológica, este item viria antes do primeiro. Em se tratando de relevância, entretanto, os dois praticamente possuem equivalência e são, de todo modo, complementares. Desta forma, procure ter uma equipe capacitada, especialmente aquela que lida diretamente com a clientela, entre marketing e comunicação, para que esta colete informações, através de pesquisas de opinião e monitoramento de redes sociais, sobre as sensações dos clientes em relação às negociações realizadas.
  3. Realize ações direcionadas
    Conhecer o cliente e se moldar às expectativas dele, agregando bons índices de confiança e de credibilidade é possivelmente o maior desafio das empresas contemporâneas, que tanto disputam em seus nichos pelo conceito de exclusividade. Numa era em que a informação é difundida instantaneamente, em grande volume de dados, delimitar e conhecer os hábitos do público almejado garante o sucesso de ações direcionadas. De modo prático, podem ter eficácia aqui desde produção de conteúdo para blogs até realização de eventos especiais.
  4. Conheça e mantenha-se atualizado sobre o mercado
    Além da concorrência, que entra em confronto direto com as ações de sua empresa, entender o mercado externamente e estar atualizado sobre informações do âmbito econômico são medidas essenciais para planejar as vendas e os gastos da empresa. Com o Índice de Confiança do Consumidor em baixa, por exemplo, este passa a estar menos propenso a compras exorbitantes, crédito e empréstimos.
  5. Respeito e excelência no atendimento
    Ao realizar negócios, acima de tudo, há uma troca mediada entre duas ou mais pessoas e um tratamento humanizador, deste modo, com respeito e geração de confiança, é fator imprescindível. Aplicam-se aqui o retorno rápido, a disponibilidade para esclarecimento de dúvidas em um canal de contato de fácil mediação e, principalmente, a capacidade de identificar, reconhecer e posteriormente corrigir falhas que a empresa, como tantas outras, pode cometer ao longo de seu percurso. Apenas assim se torna possível de confiança e fidelização, tanto interna quanto externamente.