Abrir Menu

5 motivos para o departamento de marketing estar atento ao Social Listening

Por Ana Beatriz Ferreira

Surgido neste ano como ferramenta integrante do Microsoft Dynamics CRM, o Social Listening veio com a missão de auxiliar e orientar ainda mais os profissionais de marketing e de vendas, principalmente, no controle do que tem sido gerado a respeito da marca nas redes sociais. Abrangente a vários canais, é uma oportunidade, acima de tudo, de compreender aquilo que os clientes pensam num momento em que estar conectado é imprescindível para o sucesso empresarial.

Em 2015, com a atualização prevista para as funcionalidades de Dynamics CRM, o Social Listening promete vir ainda mais completo, com melhorias baseadas num feedback dos utilitários da ferramenta.

Desta maneira, ressaltar suas linhas de ação pode ser uma boa indicação para aqueles que trabalham no setor de marketing, por exemplo, e se sentem desmotivados em relação às campanhas que têm realizado nas mídias sociais com poucos resultados. Com alguns motivos suficientemente encorajadores, buscamos abaixo sugerir novas perspectivas a quem está em busca de atingir e ampliar suas metas:

  1. Saiba tudo que estão veiculando sobre sua marca (de positivo e de negativo)
    Neste caso, é importante abordar que os clientes procuram sua marca não por aquilo que ela divulga a respeito de si mesma, porém por opiniões vindas muitas vezes de outras clientes, que podem ser boas ou ruins. As redes sociais, neste cenário, aparecem como meios eficientes na obtenção de visões externas da imagem da empresa.
  2. Veja o efeito completo de suas campanhas – As métricas, por exemplo
    Com as funções de Social Listening, torna-se viável um acompanhamento completo das métricas relativas às mídias. Entre elas, por exemplo, os profissionais de marketing passarão a observar de modo mais preciso o volume de conversação sobre a marca; informações demográficas dos seguidores e mesmo o nível de influência destes, que podem ser responsáveis por gerar mais leads espontaneamente.
  3. Monitore também a concorrência
    As principais ações de marketing devem partir de iniciativas internas e de melhorias ocorridas na própria empresa. É inegável, contudo, que acompanhar o que a concorrência tem feito pode ser um medidor reflexivo. Competitividade, no setor empresarial, é um estímulo para se manter no topo do mercado. Com a ferramenta, obtenha também os dados de audiência abertos de outras marcas do seu segmento e veja o que tem sido feito no Facebook, no Twitter e no LinkedIn, por exemplo.
  4. Mas vá além de Facebook, Twitter e LinkedIn!
    Embora sejam inegavelmente algumas das redes sociais mais poderosas e impactantes, de modo que o Social Listening dá grande atenção a elas, não são as únicas e nem tampouco os únicos canais de comunicação entre empresa e clientes. Com o auxílio da ferramenta, passe também a monitorar blogs e fóruns, por exemplo, com acompanhamento de palavras-chave que podem ser essenciais para descobrir quais assuntos os seguidores querem que sejam abordados.
  5. Foque nas mensagens e no conteúdo cujo feedback é relevante à sua marca
    Social Listening evita a exaustão do trabalho manual de selecionar aquilo que não importa em redes sociais, visto que grande parte das contas e das mensagens diárias são spams - segundo pesquisa do The Social Skinny de 2012, 40% das contas e 8% das mensagens). assim, o profissional passa a estar mais apto para selecionar o conteúdo e para entender quais são as verdadeiras expectativas de seus clientes. com estratégias de marketing revisadas e uma análise dos sentimentos despertados, em tempo real, as chances de ter uma campanha bem-sucedida apenas aumentam.