Abrir Menu

Resoluções de uma boa Gestão de Relacionamento com o Cliente para 2015

Por Ana Beatriz Ferreira

Com o fim de um ano, são diversas as expectativas para o que vem pela frente com os negócios, além das usuais promessas de melhorias nas empresas, as quais têm se preocupado, recentemente, com os tipos de relacionamentos que produzem, tanto interna quanto externamente. A elevada concorrência e os mercados de nicho, afinal, geram a necessidade de uma aproximação maior e uma prestação de serviços bem-sucedida a um consumidor que está cada vez mais exigente – e que dispõe de diversos meios para efetuar suas reclamações.

A aproximação de 2015, deste modo, torna essencial, primeiramente, uma avaliação do modo com que as pessoas que compõem a equipe têm sido coordenadas. Numa implementação de CRM, vale ressaltar, o alinhamento entre os diferentes setores é fundamental para que as tarefas estejam organizadas. Cabe aos gestores, assim, realizar ações que demonstrem o valor que dão aos serviços prestados. Ao final de um ano, além das usuais confraternizações, ficam os agradecimentos e o reconhecimento de todos os esforços empreendidos.

Logo a seguir, vêm os clientes e estes, em se tratando de Gestão de Relacionamento, necessitam sempre de uma atenção redobrada. Pensando nisto e no hábito recorrente de estabelecer metas com a chegada de um novo período anual, a Futurum deixa abaixo algumas resoluções para levar como orientação, sobre implementação de CRM, em 2015.

  1. Organização e gerenciamento de contatos Manter os dados da empresa atualizados é imprescindível para controlar os níveis de contato e de negociação com os clientes. Com uma lista organizada, sabem-se quem são os leads e prospects, por exemplo, e quais iniciativas devem ser tomadas para o fechamento de contratos.
  2. Listas direcionadas de e-mail marketing Campanhas específicas geram a necessidade de uma delimitação maior do público-alvo. Assim, com auxílio de um software de CRM e contatos organizados, as listas de e-mail marketing passam a ser mais eficientes e dialogam com os usuários que poderão ter maior interesse pelos produtos e serviços comercializados.
  3. Atendimento personalizado e eficaz Tanto durante o processo de negociação quanto no pós-venda, os setores de serviços e atendimento ao cliente devem estar dispostos integralmente a resolver dúvidas e reclamações de clientes. Assim, garantem-se os laços de confiança e uma segurança maior que possa garantir o retorno e a realização de novos negócios.