Abrir Menu

Marketing de relacionamento e alguns conceitos envolvidos na prática

Por Ana Beatriz Ferreira

Falar sobre marketing é interpretar uma área em expansão que, através de ações qualificadas, busca contemplar tanto a empresa quanto os seus consumidores, de modo a proporcionar uma troca de interesses e valores - sejam financeiros, sociais ou de quaisquer outras naturezas - entre as partes envolvidas.

Atualmente, entretanto, algumas de suas prerrogativas têm incorporado transformações. A prática fundamentalmente voltada aos clientes que busca compreender seus desejos e atender às suas necessidades passa a apresentar uma vertente específica que se ocupa das relações, da qual fazem parte, por exemplo, as diversas soluções e ferramentas de CRM: o Marketing de Relacionamento.

Com a chegada do século XXI e de seu aparato tecnológico, uma busca por qualidade de atendimento, ocasionada pelo aumento tanto das exigências dos clientes quanto da competitividade entre empresas, as quais trabalham com um amplo catálogo de produtos novos e diferenciados, passou a orientar os departamentos de marketing. Seus profissionais, enfim, puderam compreender que seu trabalho deveria ser contínuo, não voltado apenas a vender um produto, contudo também a fazer acompanhamento prévio e posterior desta operação.

Das novas técnicas empregadas, com o fim da unilateralidade das marcas e uma renovação de valores atrelados à confiança, à ética e à comunicação transparente, moldados aos interesses e às expectativas dos clientes, surgiram também novos conceitos. Abaixo, a Futurum explica brevemente alguns deles para quem ainda estiver em dúvida quanto às técnicas ideais de marketing de relacionamento.

Database marketing

Estratégia de marketing direto baseada em bancos de dados e coletas de informações, busca atender às necessidades dos clientes por meio do uso de ferramentas tecnológicas, como é o caso dos próprios softwares de CRM.

Skateholders

São as partes interessadas, que influenciam a decisão e, por isso, movem um negócio. Termo de uso consideravelmente amplo, pode representar quaisquer pessoas: os clientes, os concorrentes e os próprios profissionais de uma empresa que realizam as estratégias de marketing. Formadores de opinião, são capazes de influenciar de maneira positiva ou negativa, além de transformar uma campanha inteira.

Business to customer/B2C

Baseado em processos de vendas e de marketing pela internet, o B2C ou, em tradução ao pé da letra, negócio ao consumidor, é todo o tipo de comércio em comunicação instantânea que se realiza virtualmente entre empresa e usuário, o qual pode ainda não ser um cliente, inclusive.

Marketing one to one

Neste caso, fica definitivamente para trás a unilateralidade em detrimento de um relacionamento no qual a marca dialoga de forma direta e personalizada com seu cliente com o objetivo de fidelização.