Abrir Menu

Corretoras de seguros, confiança e CRM

Por Ana Beatriz Ferreira

Sob a missão de estabelecer uma relação comercial entre segurado e seguradora, o profissional de uma corretora de seguros deve se ater a diversos aspectos de procedimentos e técnicas de contatos antes de chegar à elaboração da apólice de fato. Vinculado ao setor de serviços e com a responsabilidade de auxiliar a zelar por algo de seu cliente, sua função se baseia na confiança.

Seja na proteção da saúde, de imóveis ou de outros bens, patrimoniais, como automóveis, quem contrata um seguro busca, além de boas condições de pagamento, fatores como tradição, especialização, gestão organizada e, especialmente, um atendimento bem executado, que seja capaz de esclarecer dúvidas e evitar, deste modo, quaisquer possíveis inseguranças. Principalmente em casos de sinistro.

No Brasil, a atual situação deste setor tem registrado, de modo geral, dados positivos. De acordo com pesquisa divulgada em janeiro pela KPMG, “O mercado brasileiro de seguros hoje e nos próximos anos”, há um crescimento médio anual de 10% para seguros e 14% para resseguros, o que, segundo a empresa, “sustenta o otimismo para os próximos anos”. Mais do que conhecerem o mercado e estarem atualizadas sobre a dinâmica de seu funcionamento, porém, as corretoras de seguro devem estar prontas para administrar o relacionamento com seus clientes, o que pode ser proporcionado por uma implementação de CRM que se adéque às demandas do setor.

Com eventuais dificuldades como concentração mercadológica, crise nos modelos de corretagem e desfavorecimento de produtos mais longos em decorrência de inflação e de outros problemas econômicos do país, as corretoras e seguradoras podem, com ações bem planejadas, manter uma cartela de clientes fidelizada e, acima de tudo, um relacionamento concreto com estes.

A implementação de CRM proporciona, assim, acesso a ferramentas que fazem registros de contatos, intenções de contratação de seguros e datas de vencimento, por exemplo, tão importantes à gestão e ao controle das negociações. A adoção de um sistema online, baseado em nuvem, pode ser ainda alternativa de relevância para corretores que frequentemente precisam estar em trânsito, por agendamento de reuniões com seus clientes.

Através de uma abordagem personalizada e adoção de comunicação estratégica, em conjunto com marketing, serviços e vendas, a corretora se torna apta frente a um cenário em que estar atento às exigências do cliente é cada vez mais determinante para o sucesso dos negócios.