Abrir Menu

Para muitas empresas, cliente ainda não é foco

Por Ana Beatriz Ferreira

É importante que os empresários não se esqueçam de que eles também são consumidores. Parece uma ideia meio batida, mas se muitos tivessem essa percepção, medidas mais construtivas seriam tomadas no relacionamento com os clientes dentro de suas próprias empresas. Como você gostaria de ser tratado? Igual a todo mundo ou de uma forma mais personalizada, onde suas preferências fossem atendidas e sua satisfação realmente fosse levada em conta?

Quando um empresário se propõe à autocrítica, colocando-se na posição do cliente, há a possibilidade de vislumbrar novas ideias para o negócio. CRM (Customer Relationship Management) é uma política nova e está aí para ficar. Porém, muitos resistem em não aderir a esta tendência de relacionamento com o consumidor por um motivo claro: resistência às mudanças na gestão empresarial é algo ainda muito comum. A clássica frase de “não se mexer em time que está ganhando” não é mais válida para a nossa realidade.

Característica fundamental de um empresário de sucesso é estar atento às novas ideias que aparecem no mercado. Isso é um fator fundamental para a longevidade de uma empresa, pois a adaptação constante é um processo básico da evolução. O mercado está em ebulição, novas empresas estão surgindo e a concorrência está aí, mais agressiva e com novas ideias. Dentre essas ideias o relacionamento com clientes está ganhando espaço nas estratégias de marketing e vendas das empresas mais antenadas. O empresário tem que ter a percepção de que estamos em um momento de mudança na cultura empresarial brasileira e somente os mais preparados ficarão aí para colher os louros do aquecido mercado brasileiro.